Marcelo Bernadini e Silvia Bernardini

15/09/2017

 

Eu, Marcelo Bernadini e minha esposa, Silvia Bernardini, conhecemos o Cepac em 2015. Após me aposentar do Mercado Financeiro, onde trabalhei como executivo de Bancos por 30 anos, e resolvi me dedicar parcialmente a causas sociais. Formamos um grupo de amigos e empresários, e começamos a selecionar as entidades que poderíamos ajudar financeiramente, com doação de mantimentos, equipamentos e recursos. Na pesquisa feita pela internet, com foco em Instituições que dedicam apoio a Crianças e Adolescentes, encontramos o Cepac. A partir de então começamos a parceria. Ficamos muito impressionados com a organização e a dedicação do grupo que trabalha no Cepac, além de concordar plenamente com a missão da instituição que é promover o crescimento pessoal, social e cultural de crianças e jovens, por meio do seu desenvolvimento escolar, capacitação profissional e valorização de princípios éticos. Só assim, mudaremos o Brasil, no longo prazo! A minha motivação é a vontade de melhorar a vida das pessoas, nesse mundo tão desigual. E na minha opinião, nosso País só vai melhorar , quando a maioria da população tiver acesso a estudos (fundamental , técnico ou acadêmico), orientações cívicas (civilidade e valores da sociedade) , e conhecimento cultural. Meu conselho para as crianças e adolescentes do Cepac é valorizem o estudo e o conhecimento. Só isso poderá prepará-los para enxergar as oportunidades da vida e conseguir progredir social e culturalmente.