Sua empresa pode contribuir com o desenvolvimento profissional de jovens da cidade de Barueri, especificamente do Parque Imperial, e adequar-se às exigências da Lei 10.097/2000, a Lei da Aprendizagem.

 

VANTAGENS DO PROGRAMA:

• Cria vínculo com a comunidade em que atua.
• Desenvolve o jovem com o perfil de sua empresa.
• Apenas 2% de FGTS (Alíquota 75% inferior à contribuição normal).
• Dispensa de aviso prévio remunerado.
• Isenção de multa rescisória.
• Cumpre a Lei 10.097/2000 – a Lei da Aprendizagem.
• Promove mudança social, contribuindo com o desenvolvimento profissional e da cidadania dos jovens aprendizes.
• Forma profissionais alinhados com a cultura e os princípios organizacionais da empresa.


O Projeto Aprendiz Cidadão beneficia jovens entre 15 e 20 anos, que frequentam o Projeto Profissionalizante (Auxiliar Administrativo, Mídias Digitais e Operador de Logística) desenvolvendo habilidades e competências para a execução das atividades laborais desempenhadas na função de Aprendiz.

 

Os jovens que terminaram um dos cursos acima mencionados são encaminhados para o mercado e trabalho, na condição de aprendiz.

Além da formação nos cursos profissionalizantes, passam por uma formação inicial intensiva de 80 horas.

 

QUEM PODE SER APRENDIZ NO CEPAC
Jovens de 14 a 24 anos, moradores do Parque Imperial e entorno que estejam cursando o ensino fundamental ou ensino médio e inseridos nos cursos do Projeto Profissionalizante ( Auxiliar de logística, Mídias Digitais e Auxiliar administrativo) ministrados no CEPAC.

 

ACOMPANHAMENTO:
O CEPAC dispõe de uma equipe que acompanha e desenvolve o trabalho com os aprendizes ao longo do período em que ele está na empresa. A equipe está composta por técnico responsável pelo acompanhamento e monitoramento dos jovens junto à empresa, psicólogo, pedagogo, assistente social e professores dos cursos. Juntos estes profissionais darão o apoio e suporte aos jovens que iniciam sua vida profissional, para sua família e a empresa.

 

CERTIFICADO:
O aprendiz receberá o certificado de conclusão caso:

• Atingido 90% de frequência.
• Comprometimento e participação nas atividades.
• Desenvolvimento esperado para os exercícios práticos.


LEGISLAÇÃO SOBRE A SOCIOAPRENDIZAGEM
A lei 10.097/2000 determina que as empresas destinem de 5% a 15% de seu quadro de funcionários para a contratação de aprendizes.

 

ESPECIFICAÇÕES

• O jovem terá um contrato de 11 meses com a empresa
• Receberá um salário mínimo hora
• Terá uma jornada de 6 horas diárias, sendo que uma vez por semana (dia pré-determinado entre a empresa e o CEPAC) ele freqüentará o curso de Aprendizagem por 8 horas na CEPAC
• Terá uma jornada de 6 horas diárias, sendo que uma vez por semana (dia pré-determinado entre a empresa e o CEPAC) ele frequentará o curso de socioaprendizagem por 8 horas no CEPAC.


DIREITOS TRABALHISTAS:
Esse jovem terá vínculo de acordo com o a CLT.

 


LEIS QUE NORTEIAM NOSSO TRABALHO:

• ECA - Lei 8069/90
• Lei 10097/2000 – Lei da Aprendizagem
• Lei 11.180/2005 – alterou art. 428 CLT – faixa etária
• Decreto 5.598/2005 – regulamenta a Lei 10097/00
• Portaria MTE nº1005 de 01/07/2013


CONHEÇA MAIS SOBRE O APRENDIZ CIDADÃO
Entre em contato conosco pelo telefone: (11) 4195-9060 ou 4191-2215 ou 4193-2620

Ou envie um email para:

mobilizacao@cepacbarueri.org.br
programaaprendiz@cepacbarueri.org.br